Informação sobre erisipela, causas, sintomas, diagnóstico e tratamento da erisipela, assim como formas de melhorar os sintomas desta doença. Abordagem de caracter educacional e informativo sobre complicações associadas à erisipela.


Conhecendo a erisipela

Erisipela é uma infeção comum da camada superficial da pele, enquanto a celulite e fasceíte necrotizante também envolvem o tecido subcutâneo. A erisipela é definida como tendo um início agudo de sinais locais, de inflamação, tais como eritema progressivo, associado com dor e inchaço, claramente demarcado a partir do tecido circundante. Nos casos típicos de erisipela também se manifesta com sintomas sistêmicos, como febre, calafrios, mal-estar, e por vezes acompanhada de náuseas e vômitos. O agente mais frequente é o beta-hemolítico de estreptococos grupo A, mas também pode ser causada pelo grupo B, C e G de estreptococos. Staphylococcus aureus também é suspeito como sendo um patógeno. O local mais comum para a ocorrência da infeção são os membros inferiores, o que representa cerca de 80% de todos os casos. Menos comum são os membros superiores, cabeça e outros locais. A gravidade da erisipela varia de caso para caso, podendo ser uma infeção leve que pode ser tratada no ambulatório, mas também pode tornar-se grave e necessitar de hospitalização, podendo mesmo ser fatal. Ainda não se compreende bem o curso natural dos acontecimentos na erisipela correspondente aos sinais inflamatórios.
Existem vários fatores de risco relatados para erisipela, incluindo o rompimento da barreira cutânea, insuficiência venosa, edema linfático e excesso de peso. 
Erisipela recorrente é comum, de acordo com um estudo prévio em que 29% dos pacientes que sofriam de erisipela, foram observados com episódio recorrente num tempo médio de três anos após a sua resolução. Poucos estudos comparam características gerais e fatores de risco para pacientes com erisipela de repetição e erisipela episódica. Fatores de risco significativos para erisipela recorrente foram identificados, e incluem insuficiência venosa, edema linfático, tinea pedis, intervenção cirúrgica anterior e excesso de peso. Esta infeção comum provoca tanto sofrimento e despesas médicas que deve motivar a prevenção adequada.

Índice dos artigos relativos a Erisipela
POSTAGENS POPULARES

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL