Informação sobre erisipela, causas, sintomas, diagnóstico e tratamento da erisipela, assim como formas de melhorar os sintomas desta doença.


Imagiologia associada a erisipela

Nos casos de apresentação atípica, em que o diagnóstico diferencial com a Trombose venosa profunda se coloque, pode ser útil a realização de ecodoppler venoso dos membros inferiores. O risco de Trombose venosa profunda é baixo em doentes hospitalizados por erisipela e, na ausência de suspeita clínica documentada, não está indicada a sua pesquisa sistemática através deste exame.
Num estádio inicial da infecção e nas situações em que estejam presentes, na admissão, sinais locais de gravidade (sobretudo necrose e hipostesia) a distinção entre erisipela grave e Fasceíte necrosante pode ser difícil com base exclusiva em critérios clínicos. A ressonância magnética nuclear (RMN) pode ser um exame de extrema utilidade, permitindo a identificação de alterações ao nível do tecido adiposo da hipoderme e fáscias musculares profundas (colecções líquidas, espessamento e captação de contraste). No entanto, a realização de um estudo imagiológico não deve atrasar a atitude cirúrgica, fundamental quando a probabilidade de Fasceíte necrosante é elevada.
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL